Como surgiu?

A atual gestão da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), eleita em 2021, mostrou-se bastante comprometida com a inserção de da mulher na Confederação, propôs, de forma pioneira no esporte brasileiro, a criação de um Comitê de Políticas para as Mulheres (CPMHb). A premissa da sua criação é trazer à tona um olhar diferenciado sobre a importância da mulher no esporte, além de contribuir para o desenvolvimento do handebol feminino no Brasil .

Em concordância com essa visão de que as mulheres podem, e devem, contribuir para a melhoria do esporte, um grupo com mulheres envolvidas, de alguma forma, com o handebol brasileiro e, muitas vezes, internacional, foi formado.

O grupo começou com 26 mulheres atuantes no handebol e, a partir desse grupo, formou-se um ‘núcleo duro’, composto por 13 integrantes. O grupo é composto de mulheres das mais diversas partes do país e que atuam em diversos segmentos da modalidade. Hoje, compõem o Comitê (CPMHb) 11 mulheres que têm um objetivo em comum: melhorar o handebol brasileiro por meio da participação ativa das mulheres junto à modalidade.

Esse grupo aceitou o desafio e se comprometeu a trabalhar, de forma voluntária, pela modalidade junto à CBHb. Em 05 de julho de 2021, foi publicado, no site da CBHb, a criação do Comitê.

 

Qual sua finalidade?

Num ambiente historicamente dominado por homens, o Comitê tem com um de seus objetivos, a quebra de paradigmas no esporte como um todo e, com foco específcom no handebol. O CPMHb também visa contribuir para a participação das mulheres em toda a comunidade da modalidade trabalhando a conscientização em algo que deveria ser natural, ou seja, respeito, igualdade e mesmas oportunidades sem discriminação.

Outros objetivos do Comitê envolvem a detecção das necessidades e dificuldades das mulheres no crescimento da modalidade, além de dar su[prte a essas mulheres que desenvolvem e estruturam o nosso esporte

Através de ações e políticas de inclusão, integração e maior participação da mulher no handebol, estamos certas de que o Comitê é um passo importante para o handebol brasileiro melhorar e progredir, uma vez que o trabalho em conjunto a outros departamentos da CBHb, é parte fundamental para juntar forças em prol do esporte.

 

Quem somos?

Um grupo de mulheres altamente empoderadas com representatividade nas diversas áreas junto à CBHb.

Composição:

Lucila Vianna - Diretora

Raquel Pedercini - Coordenadora Geral

Hosana Bastos - Arbitagem

Tathyane Krahenbühl - Área Científica

Pauline Bittencour-t Área da Saúde

Patricia Sheppa - Atletas e Paratletas

Gévelyn Almeida - Atletas e Paratletas

Margarida Conte - Dirigentes de Equipes

Daly Mesquita - Gestão Técnica e Executiva

Carla Righeto - Iniciação ao handebol

Marisa Lofredo - Representate Regional


Ações já realizadas pela gestão com suporte do CPMHb

- Apoio à resolução da CBHb em relação ao amparo à mulher nas situações de gravidez;

- Implantar a inclusão de mulheres na chapa da CBHb, de forma igualitária, como política da instituição;

- Apoio à CBHb no apontamento de mulheres para o STJD;

- Garantir a presença da maioria de mulheres nas comissões disciplinares de justiça feminina;

- Instituição do dia da Mulher Handebolista - 22/12;

E não vai parar por ai....

 

O CPMHb já iniciou suas ações

- Estamos fazendo um levantamento das mulheres envolvidas com o handebol em todo o território brasileiro;

- Estamos criando um cadastro para as mulheres junto ao CPMHb para ter certeza que iremos adereçar às demandas de forma corretamente direcionada;

- Estamos atuando junto aos departamentos da CBHb, contribuindo para que o desenvolvimento de todos os projetos e programas atendam as mulheres de forma igualitária;

- Estamos propondo eventos, bem como estamos nos organizando para realizar eventos e palestras com temas que envolvam as mulheres (ex.: DST, assédio, violência, capacitação de mulheres para atuar no handebol, etc.);

- Estamos viabilizando a criação de ouvidoria para ser um canal de comunicação direta tanto para sugestões quanto para denúncias no tratamento às mulheres;

- Estamos viabilizando a oferta de suporte psicológico e/ou jurídico às mulheres ligadas ao handebol, contra abusos, preconceitos e desvalorização.

 

JUNTEM-SE A NÓS

Representantes Municipais, Estaduais e Regionais

Região 1 – Santa Catarina/ Paraná / Rio Grande do Sul

Região 2 – São Paulo / Rio de Janeiro / Minas Gerais / Espírito Santo

Região 3 – Distrito Federal / Goiás / Tocantins / Mato Grosso / Mato Grosso do Sul

Região 4 – Bahia / Sergipe / Alagoas / Pernambuco / Paraíba

Região 5 – Rio Grande do Norte / Ceará / Piauí / Maranhão

Região 6 – Acre / Amazonas / Amapá / Roraima / Rondônia / Pará

 

Se você deseja participar do Comitê de Políticas para Mulheres no Handebol, entre em contato com a gente: [email protected]

Download de Anexos

Acesse abaixo os arquivos correspondentes.

# Data
  CPMHB Ofício 003/2021 30/09/2021 14:32
  CPMHB Ofício 001/2021 30/09/2021 11:48

 

Navegação

Apoiador

Parceiros Institucionais

logo-cbc

Filiado A